Escute nossa Rádio Online

Rádio 96,1 FM Rádio Light Rádio 1390 AM

Prefeitura de Volta Redonda compra Hospital Santa Margarida

/ Informativos

Postado por: Administrador - em 13/12/2017 às 07:27

A prefeitura de Volta Redonda comprou por 11 milhões de reais o Hospital Santa Margarida, no leilão realizado no dia passado no Fórum. Conforme foi autorizado pela Câmara, serão 6 milhões e meio de reais à vista. Ao mesmo tempo, o município abrirá mão de créditos que tinha com a instituição, num total de 3 milhões e meio e vai parcelar 1 milhão reais devidos pelo hospital ao governo do estado. De acordo com o processo, como o município saiu vitorioso, o valor de 11 milhões reais será suficiente para pagar os credores trabalhistas e os voltarredondenses terão de volta um hospital que é referência no tratamento de hemodiálise e de transplante de córnea.

Na noite da segunda-feira, ao participar de uma audiência pública sobre a questão dos pacientes renais de Volta Redonda, que são obrigados a fazer hemodiálise fora da cidade, desde que este setor do hospital foi interditado pela Vigilância Sanitária estadual, o secretário municipal de Saúde, Alfredo Peixoto, já havia confirmado que o governo municipal participaria do leilão.

O Santa Margarida – que durante alguns anos funcionou com o nome de Hospital Evangélico Regional – conta com 16 máquinas de hemodiálise, além de 200 leitos. Segundo o secretário, os equipamentos destinados à hemodiálise estão quase todos em perfeitas condições de uso. De acordo com Alfredo Peixoto, porém, serão necessárias adequações no prédio. Ele estima que o hospital só poderá ser totalmente utilizado no final do ano que vem. 

Além disso, a intenção do secretário é, inclusive, de transferir a sede da Secretaria Municipal de Saúde para um anexo do hospital, localizado no bairro Niterói.

O prefeito Samuca Silva anunciou a intenção de levar uma equipe do Ministério da Saúde ao hospital para uma visita técnica, que também servirá para determinar as adaptações que serão necessárias. O Santa Margarida, adquirido pelo Município, será transformado em hospital de especialidades, como anexo do Hospital Munir Rafful.

 

Submenu