Escute nossa Rádio Online

Rádio 96,1 FM Rádio Light Rádio 1390 AM

Instituto Dagaz perde sua sede e local de desenvolvimento de projetos

/ Informativos

Postado por: Administrador - em 16/11/2017 às 07:15

O Instituto Dagaz, uma instituição sem fins lucrativos, beneficia cerca de oito mil pessoas através de seus projetos. A entidade teve, recentemente, seu contrato rescindido pela Associação de Moradores do Volta Grande I e III, perdendo sua sede e o local para o desenvolvimento dos projetos. Por ora, algumas ações que não podem ser cessadas estão sendo desenvolvidas em praças e outros lugares públicos, enquanto aguardam novo local estabelecido pelo Poder Público. O rompimento com a associação de moradores ocorreu porque além de ter todo o custo de manutenção do prédio bancado pela ONG, como água, luz, etc... a entidade de bairro decidiu fixar a cobrança de um aluguel para a ocupação do espaço público, mas esse valor está fora do alcance do orçamento da ONG.

Na Câmara, o vereador Rodrigo Furtado (PTC) solicitou, através de requerimento, que a prefeitura ceda, com urgência, e em regime de comodato, um espaço para instalar o Instituto Dagaz, na região dos bairros Santo Agostinho/Volta Grande. O parlamentar esclarece, em seu requerimento, que o Dagaz oferece, gratuitamente, aulas de diversos segmentos. Entre eles estão: escola de circo, balé, rugby, futsal, música, capoeira e informática, entre outros. Rodrigo ainda destaca uma iniciativa louvável, a Bienal do Livro, também promovida pela ONG, e que hoje, após a terceira edição, é o maior evento da categoria realizado no Sul do Estado. Rodrigo Furtado considera fundamental valorizar as ações que aproveitam o potencial das pessoas e disseminam cultura. Segundo o vereador, o Dagaz desenvolve um trabalho maravilhoso, oferecendo oportunidades para quem às vezes nunca teria a chance de conhecer novos horizontes e possibilidades. Não se pode permitir que os projetos sejam cessados por falta de espaço. A esperança do parlamentar é que a prefeitura se sensibilize e indique uma nova sede para a entidade. Assim, centenas de jovens continuarão aproveitando, gratuitamente, uma grande variedade de ações de conhecimento. O Plano Anual de Atividades do Dagaz para 2018 foi aprovado pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, garantindo recursos para a continuidade dos seus projetos.

Submenu