Escute nossa Rádio Online

Rádio 96,1 FM Rádio Light Rádio 1390 AM

Márcia Cury deixa o cargo de Secretária de Saúde

/ Informativos

Postado por: Administrador - em 19/06/2017 às 07:29

PRA COMEÇO DE CONVERSA...

A secretária municipal de Saúde de Volta Redonda, Márcia Cury, vai mesmo deixar o cargo, conforme o semanário aQui, antecipou na sua edição de 6 de maio, portanto, há quase 45 dias. A notícia vinha sendo desmentida, sistematicamente, por ela, pelo prefeito e pela assessoria.  Sua saída pode ser oficializada hoje, pelo prefeito Samuca Silva, ou na entrevista coletiva convocada para amanhã, às oito e meia, no Palácio 17 de Julho. Desde a semana passada circulam boatos dando conta que a atual diretora administrativa do Hospital São João Batista, Hélia Paula Brum Maia, assumirá a Secretaria de Saúde. Entretanto, outros boatos apontam como possíveis substitutos de Márcia Cury o médico Márcio Arbex e Fernando Garcia, o “Fernando Samuquinha”, assessor especial do prefeito.

As informações dando conta que Márcia Cury vai assumir a direção do Hospital São João Batista ou retornar ao comando do Hospital Municipal Munir Rafful, no Retiro, ainda não foram confirmadas. Márcia também não confirma a informação, mas diz que se sente mais à vontade em um hospital do que no comando da secretaria. Segundo ela, a decisão sobre seu destino está com o prefeito. Ele, por sua vez, disse que gostaria que ela permanecesse no governo.

A assessoria do prefeito Samuca Silva se limitou a dizer, em nota oficial, que não vai comentar o assunto.

Entre os motivos apontados por algumas fontes para que Márcia decidisse deixar o cargo que assumiu em primeiro de janeiro deste ano, logo após a posse do prefeito, estariam o que ela teria considerado excesso de interferência em seu cargo, com muitos pedidos e pressões por parte de vereadores.

Sobre sua atuação como secretária, Márcia Cury destacou que um de seus principais objetivos é tornar as unidades básicas de saúde mais eficientes. Segundo ela, essa seria uma forma de melhorar a qualidade de vida do cidadão e de reduzir a demanda pelos hospitais. Márcia Cury afirma que “justando a porta de entrada, que são as unidades básicas de saúde, ajusta-se melhor o sistema como um todo. Ela vem cobrando as coordenações dos postos de bairro, para tornar os “postinhos”, mais eficientes”.

Uma das medidas que estavam para ser anunciadas pela secretária, caso ela continuasse no cargo, seria a centralização da marcação das consultas com especialistas e dos exames na Policlínica da Cidadania, no Estádio Municipal Raulino de Oliveira. Segundo a secretária, isso tornaria o processo mais ágil.

Submenu